Encontre uma Receita

A receita de hoje é: Pão de Tapioca

Publicado em 3 de julho de 2017

Receita Pão de Tapioca

Pão de Tapioca

A gente já curte tapioca de diversas formas porque por si só já faz delicias e puxa pela imaginação de todos que amam cozinhar.

É claro que a receita mais básica da história do mundo que é o pão, não ficaria de fora do leque de opções culinárias que a tapioca oferece, então nasceu o saboroso pão de tapioca.

Contam os historiadores que o pão nasceu na Mesopotâmia onde juntavam farinha de trigo e fruto do Carvalho para fazer a massa. Seu formato era achatado, duro, muito feio e amargo, mas tão amargo para consumir que precisava ser lavado várias vezes e assado sobre pedras para poder ser encarado. Olha que miséria!

Graças aos nossos amigos egípcios o pão ganhou a aparência que tem nos dias atuais, porque eles criaram o fermento e consequentemente o processo da fermentação, ebaaa, ufa!! O pão era assado em forno de barro e tão especial que foi utilizado pelos faraós até como moeda de troca, servia também para pagar salários, os funcionários recebiam pães e cerveja como pagamento … hum, pensando bem um pão bem feito, quentinho e com uma manteiga por dentro tem seu valor, e uma boa cervejinha ninguém dispensa né? , então se fossem assim nos dias atuais eu duvido que alguém pedisse demissão…

Bem, daí ele foi parar na Europa onde os romanos políticos e espertos utilizavam o pão como objeto de distração para desviar o olhar da população para a dura realidade política em que se encontravam, para isso eles distribuíam o alimento durante os espetáculos públicos. Olha só que coisa, o tempo passou mas o jeito dos políticos de distrair a população para as lambanças que fazem no país continua igual não é mesmo? Distribuem alimentos, cestas básicas, bolsas-família… que vergonha!

O lado bom da história é que nesse meado surgiram as padarias e a ilustre figura do padeiro que controlava a produção do alimento e usufruía de benefícios por sua posição. Só que com a queda do Império Romano tudo mudou, as padarias fecharam e os pães passaram a ser feitos em casa. E desde então as mentes culinárias foram aguçadas para a gama de variedades que essa delícia pode ser produzida. E com o passar dos anos, diversas substâncias são envolvidas e deliciosamente aprovadas nas confecções dos mais diversos pães. Até que enfim chegamos ao ponto que precisávamos: o pão de tapioca.

A tapioca é uma farinha muito em evidência na atualidade, holofote gigante quando se descobriu que poderiam ser fabricado pão com a tapioca, sem glúten e com muito baixa caloria. Por essa característica virou uma estrela do mundo fitness e das pessoas celíacas (que tem intolerância ao glúten).

Uma unidade de pão de tapioca tem menos que 50 calorias, ajuda em dietas alimentares, e ainda possui outros benefícios, na farinha existe uma grande concentração de vitamina K que atua como auxiliar para quem usa medicamentos anticoagulantes, é estimulante também para a atividade cerebral mantendo-as sempre ativas e sem radicais livres.

E agora só pra aumentar mais ainda o ego desse pão de tapioca, ele é delicioso!! Depois de tanto elogio é impossível que você não vá experimentar.

Então vamos lá:
Pão de tapioca

 

Pão de Tapioca

Pão de Tapioca

Pão de Tapioca

Receita Pão de Tapioca

Ingredientes:

Modo de prepararo

  1. Numa vasilha coloque a tapioca e jogue por cima o leite, deixando hidratar por exatamente 4 minutos.
  2. Passado os minutos bata de leve o ovo e jogue sobre a mistura;
  3. Acrescente o sal, o polvilho aos poucos e a muçarela, amasse tudo até virar uma massa homogênea.
  4. Passe o azeite nas mãos, forme bolinhas com a massa e passe as bolinhas no queijo parmesão.
  5. Unte uma forma com papel alumínio e azeite por cima, distribua as bolinhas de pão e leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 20 minutos ou até dourar seu pãozinho.

Depois de pronto é só saborear sem medo da balança.
Caso você faça e queira postar, lembre de nos marcar com a #receitasdamargot para que possamos curtir e comentar.

Produção e fotografia: Wagner Soares

Leave a Reply

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe